Qual vídeo/vlog vocês querem no canal do youtube?

Pesquisar este blog

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Google Analytics

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de Análises Clínicas, formada em técnico em farmácia, técnico em química e atualmente maquiadora profissional, aquariana, 27 anos, adora escrever, adora livros, Potterhead.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 13 de abril de 2017
Mais uma postagem de hoje, para recompensar o tempo sem escrever. Pessoal, quero pedir pra vocês sugerirem vídeos para o canal do blog, o que vocês gostariam de ver no canal do blog no youtube? Sei que ainda devo alguns vídeos, com certeza irei filmá-los, mas gostaria de saber de vocês, meus leitores. Irei fazer uma nova enquete, por favor peço que votem, só assim saberei o que vocês querem que eu grave para vocês. Vocês também podem me mandar um email com sugestões de vídeos, de postagens no blog. Vocês também podem comentar em minhas postagens no blog o que vocês gostariam de ver por aqui e no youtube, desde já agradeço imensamente.

Meu email para contato é: ferrebeque@gmail.com

Bom, sem mais alongar, vamos a mais uma postagem voltada para o assunto do blog, tudo sobre talassemia

Doar sangue é um ato nobre e que pode salvar muitas vidas.


Qualquer pessoa com boa saúde, com idade entre 16 a 69 anos e peso a partir de 50 quilos pode doar. O candidato a doação deve estar bem alimentado e munido de documento de identidade. Já as pessoas que tiveram hepatite após os 10 anos de idade; têm comportamento sexual de risco; usam drogas; tiveram malária, tem ou tiveram doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), receberam transfusões nos últimos 12 meses; ou febre nos últimos 30 dias, estão impedidas de doar.
A Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH) orienta sobre a doação de sangue com esclarecimentos das principais dúvidas da população sobre o ato, que é indolor, rápido, voluntário e que pode salvar pacientes, desde submetidos a cirurgias ou em casos de emergências.

Confira os principais mitos e verdades sobre a doação de sangue, de acordo com a entidade:

1. Idosos não podem doar sangue.

MITO. A partir de 2013, houve aumento na idade máxima dos doadores de sangue pelo Ministério da Saúde. Atualmente, pessoas entre 16 e 69 anos podem realizar o ato de doação.

2. A doação é restrita a pessoas sem piercing e tatuagem.

MITO. Apenas pessoas com piercing na cavidade oral não podem realizar a doação, pois a boca está mais receptiva a infecções do que outras áreas do corpo. Sobre pessoas com tatuagens, é indicada que a doação seja feita após um ano da realização do desenho, pois é o tempo adequado para manifestações de doenças contagiosas que possam ser transmitidas pela agulha.

3. O peso influencia na doação.

VERDADE. O peso do voluntário deve ser a partir de 50 quilos.

4. Gestantes e lactantes não podem doar.

VERDADE. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem doar. As lactantes devem aguardar 12 meses após o parto. E no período pós-parto, a mulher poderá ser doadora após 90 dias, em casos de parto normal e 180 dias em cesárias.

5. Descanso e alimentação influenciam na doação.

VERDADE. É necessário estar descansado e não ter praticado atividades físicas intensas pelo menos cinco horas antes da doação. Em relação à alimentação, é preciso estar bem nutrido, com refeições prévias leves e sem gordura. Além disso, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas até 24 horas antes da doação.

6. Doadores estão suscetíveis a doenças transmissíveis via sangue.

MITO. A partir da implementação do teste NAT com fomento da ABHH, doenças como HIV, Hepatites B e C, são detectadas pelo procedimento que tem capacidade de identificar se a pessoa está contaminada mesmo que haja um curto período, entre o dia de contaminação e a doação.

7. O doador pode realizar o ato a cada 30 dias.

MITO. A doação de sangue deve realizada com intervalo mínimo de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres, ou seja, em um período de 12 meses, há possibilidade de doação de até quatro vezes por ano, no caso de doador masculino e três em caso de doadora.
Fonte: Notícias ao Minuto
Fonte: http://abrasta.org.br/2017/02/01/7-mitos-e-verdades-sobre-a-doacao-de-sangue/




0 comentários: