Qual vídeo/vlog vocês querem no canal do youtube?

Pesquisar este blog

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Google Analytics

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de Análises Clínicas, formada em técnico em farmácia, técnico em química e atualmente maquiadora profissional, aquariana, 27 anos, adora escrever, adora livros, Potterhead.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 10 de março de 2016
Bom, postagem dupla hoje voltadas ao título do blog: Talassemia

    Foi-se o tempo em que era baixa a expectativa de vida dos portadores de talassemia. Com todos os tratamentos disponíveis, as necessidades mudaram e hoje eles podem fazer dezenas de planos futuros, dentre eles o de realizar uma faculdade, ter filhos e construir uma importante carreira profissional.
    Mas ter uma longa vida - a idade média já passa dos 50 anos - além de representar grande felicidade para pacientes, familiares e especialistas, também passou a retratar novidades na maneira como o tratamento é visto e aplicado.
    A osteoporose e a infertilidade, são alguns dos problemas que podem surgir com o passar dos anos. Mas as complicações cardíacas são as que mais preocupam, segundo o Dr. Antonio Piga, diretor do Centro de Talassemia de Turim, Itália.
    " A sobrecarga de ferro pode ser bastante prejudicial, em especial para as pessoas mais velhas, pois ela torna altos os riscos cardíacos. Aliás, mesmo nas pessoas sem talassemia, este órgão também pode ficar enfraquecido devido à idade e maus hábito como o fumo e má alimentação. Por isso o acompanhamento médico e o autocuidado são importantes em todas as fases da vida", disse o Dr. Piga.
    Dentre os principais problemas no coração em portadores de talassemia estão a síndrome da falência cardíaca, hipertensão e edema pulmonar. Como sintomas, estão sensação de tremores, dificuldade respiratória, desfalecimento, dor abdominal e cansaço, mesmo ao fazer pequenos esforços.
    "Trombose, quando há entupimento dentro das veias, dificultando a passagem do sangue, e complicações renais, como pedras na vesícula, que causam muitas dores, também podem ser comuns em portadores de talassemia mais velhos. Mas é importante entender que é o estilo de vida e os hábitos que vão propiciar o surgimento - ou não - deles", explicou o médico.
    Então, se você quer viver momentos inesquecíveis ao lado de quem tanto ama, com longevidade, qualidade e alegria, nunca esqueça que as transfusões de sangue e quelação do ferro estão na lista dos itens a serem seguidos. Combinado?

Post tirado do Info Abrasta
Edição 34|ano 11| Jan-Fev-Mar 2016
Página: 13


0 comentários: