Qual vídeo/vlog vocês querem no canal do youtube?

Pesquisar este blog

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Google Analytics

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de Análises Clínicas, formada em técnico em farmácia, técnico em química e atualmente maquiadora profissional, aquariana, 27 anos, adora escrever, adora livros, Potterhead.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 10 de março de 2016
Olá pessoal, vamos a mais um post. Hoje estou inspirada!!... Mais uma postagem voltada ao título do blog: Talassemia.
Pessoal peço por gentileza, se quiserem me dar alguma dica para as próximas postagens agradeço, creio que vou fazer uma enquete para saber o que vocês estão achando do blog, preciso que vocês opinem, deem dicas, peçam postagens, enfim me ajudem a crescer com o blog. Bom, sem mais delongas vamos a postagem.

    Criado em 2006, é um importante instrumento para médicos, cientistas e outros envolvidos com o tratamento da talassemia. Este protocolo é feito sob a liderança da Federação Internacional de Talassemia (TIF), e as informações representam o atual conhecimento e opinião consensual sobre o melhor tratamento para os pacientes.
    Publicado no início de 2014 pela Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, mostra a abordagem ideal caso a caso, desde o início da quelação até o monitoramento do paciente. Nele, os profissionais terão acesso a:


  •     Informações sobre cada um dos quelantes, desde para o que servem até seus efeitos colaterais;
  • Tratamento ideal para cada uma das faixas etárias;
  • Avaliação da sobrecarga de ferro cardíaca e hepática, medida pela tecnologia T2* (ressonância magnética) e também como tratar os que não têm acesso a este exame;
  • Gestação em pacientes com talassemia;
  • Diferenças de abordagem entre pacientes com boa adesão ao tratamento e pacientes que não o fazem corretamente.
    "Este documento foi criado a partir do conhecimento de cada um dos integrantes do Comitê Científico Médico da ABRASTA. Nossa intenção é informar a todos sobre como tratar a talassemia, mas é claro que cada paciente deve ser avaliado de maneira individual. Tudo vai depender de sua condição clínica. Em cada momento do tratamento, ele deve ser tratado diferente", disse a Dra. Mônica Veríssimo, hematologista do Centro Infantil Boldrini.

Postagem retirada do Info Abrasta
Edição 34|ano 11| Jan-Fev-Mar 2016
Página: 5


0 comentários: